Featured Posts

O benefício de um recuo


Na guerra (uma das analogias ou metáforas preferidas dos ditos profissionais do desenvolvimento humano para nossa jornada existencial), o recuo é uma das estratégias possíveis. Isso enquanto dar um passo atrás na vida, em relação a uma determinada meta ou objetivo, é considerado por muitos, na real, um sinal de fracasso.

É assim em momentos como um divórcio, quando abrimos mão de um negócio, uma formação, um trabalho e desejamos dar à vida novos rumos. Somos constantemente submetidos ao jugo alheio, que nos aponta que não nos esforçamos o suficiente e, por isso, não obtivemos resultados, e fomos obrigados a mudar de rota.

Eis um entendimento que causa absoluta frustração ao recuarmos de projetos, situações ou relacionamentos. Não é incomum ver um sujeito paralisado por esse raciocínio, sem conseguir dar um passo adiante em direção a novas metas ou ao seu próprio florescimento.Somos, no entanto, passíveis de constantes transformações, como as águas de um rio, que jamais percorrerão o mesmo trajeto duas vezes, ainda que no mesmo leito (para recorrer a outra analogia ou metáfora comum deste mercado). Mudar de opinião ou rumos é algo que deveria ser visto como um ato de ousadia, coragem ou resiliência, e não mero desajuste no caminho do sucesso.

Ter sucesso não é o mesmo que alcançar resultados preestabelecidos

Tenho como crença que a mudança e o recuo são tão malvistos quanto o sucesso é um conceito deturpado pela sociedade de consumo. Não deveria se tratar de algo externo, estanque, culturalmente preestabelecido, ou um mero índice, como normalmente muitos o compreendem. Seria algo que parte de metas preestabelecidas, mas profundamente ligado a nossos valores e identidade, nossos desejos mais essenciais.

Sendo algo tão intrínseco ao indivíduo, portanto, somente ele poderia avaliar se já o alcançou, ou o que este lhe representa de fato. Ninguém a lhe apontar o dedo saberia medir isso. Seus resultados nos esportes, nas vendas ou nas finanças podem ser evidentes a qualquer um, mas ninguém saberia o que estes representam para você e nem aquilo que, em seu íntimo, gostaria de alcançar ao obter o melhor tempo em um triathlon, batendo metas comerciais ou aumentando seu patrimônio. Isso eleva o conceito de sucesso a algo mais amplo, complexo e subjetivo.

Retornando às analogias que empregam o termo “recuo”, há muitas delas que a encaram como algo útil e bom. Em grande parte das situações em que é empregado, o recuo se relaciona a um distanciamento a partir do qual é possível visualizar novos horizontes. E isso não seria positivo?

Diante de um tabuleiro de xadrez até mesmo o jogador mais experiente reclina o corpo para trás e avalia melhor suas jogadas, em uma análise mais ampliada de suas possibilidades. E, na guerra, caso não consiga fugir da famigerada associação, o recuo pode representar perder uma batalha, mas não o conflito. Se tudo é uma questão de perspectiva, aqui elas são favoráveis, caso precise dar “um passo atrás” na vida. Mas se recuar significa a você algum tipo de fuga, e se o sucesso lhe espantar, assim como qualquer tipo de transformação, recomendo que retorne a este site daqui a alguns dias. Outras analogias, metáforas e reflexões darão conta de orientar a leitora ou o leitor sobre as razões para que isso aconteça, no campo das ideias e na prática cotidiana.

(Artigo originalmente publicado no portal Vya Estelar, do UOL)


Recent Posts
Archive
Search By Tags
Nenhum tag.
Follow Us
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

COACHING PARA GRUPOS OU INDIVÍDUOS 

  • Instagram
  • LinkedIn ícone social

© 2019 | Coaching | Jussara Goyano - Bem-Estar & Performance

atendimento@jgbemestareperformance.com